O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

SafeWeb: um projeto piloto em Portugal

Apresentação realizada no VIII Seminário Nacional Investigando Práticas de Ensino (SNIPE) e VI Seminário Internacional de Práticas Pedagógicas Inovadoras (SIPPI) (2020)

Apresenta-se o projeto piloto SafeWeb, que está a ser desenvolvido na localidade da Branca (Portugal) e que envolve as instituições PROBRANCA- Associação para o Desenvolvimento Socio-Cultural da Branca, com o apoio do BPI e da Fundação “la Caixa” e o Centro de Competência TIC da Universidade de Aveiro, como entidade avaliadora. Com este piloto, pretende-se desenvolver um guião que possa ser, posteriormente, utilizado por outras instituições para a promoção de literacia e cidadania digital, com forte enfoque no uso da Internet, de forma esclarecida e segura, por parte de crianças e jovens (dos 6 aos 15 anos de idade). Conscientes de que os encarregados de educação são parte fundamental na formação das crianças e jovens, o projeto comtempla-os, também, através de palestras direcionadas. Como resultados até ao momento, criou-se a primeira versão do guião.

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

SafeWeb: um projeto piloto em Portugal

  1. 1. 24 e 25 de novembro de 2020.
  2. 2. SafeWeb: um projeto piloto em Portugal Natália Pestana1; Filipe T. Moreira1,2; Maria José Loureiro2; Isabel Cabrita2 1 – ProBranca; 2 – Centro de Competência TIC da Universidade de Aveiro safeweb@probranca.pt; filipertmoreira@ua.pt; zeloureiro@ua.pt; icabrita@ua.pt
  3. 3. Agenda • Introdução • Descrição do Projeto • Metodologia do Plano de Monitorização • Resultados até ao momento • Conclusões • Referências Bibliográficas
  4. 4. Introdução A Internet parece ocupar um espaço de preponderância, principalmente entre os mais novos, que não conheceram o mundo sem esta tecnologia.
  5. 5. Introdução Assim, a literacia digital tem vindo a ganhar preponderância como uma temática fundamental. https://c1.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/B7b18270a/21671330_s9uGV.jpeg
  6. 6. Introdução No entanto, estudos indicam que os nossos jovens têm ainda alguns comportamentos de risco (Loureiro e Pombo, 2014).
  7. 7. Introdução Efeitos negativos do uso das tecnologias digitais, nomeadamente Redes Sociais https://paineira.usp.br/aun/wp-content/uploads/artefinal- 678x381.png
  8. 8. Introdução O Projeto SafeWeb pretende ser um contributo para a construção da Cidadania Digital (Nuces e Lehfeld, 2018) entre crianças e jovens
  9. 9. Introdução Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU: • 3.º (saúde e bem estar); • 4.º (educação de qualidade); • e o 12.º (consumo e produção responsáveis).
  10. 10. Descrição do Projeto O Projeto SafeWeb tem como objetivo formar crianças e jovens, de modo a aumentar as suas competências na utilização consciente da Internet e a sua proteção no uso da mesma. A par deste objetivo principal, almeja-se o desenvolvimento de um guião que contempla, entre outros, um conjunto de planificações de oficinas que poderão ser replicadas por outras instituições.
  11. 11. Descrição do Projeto Dinamização • PROBRANCA • Instituição de Solidariedade Social sediada na freguesia da Branca, município de Albergaria a Velha (Portugal) Parceiro • ccTIC-UA Apoio • BPI e da Fundação “la Caixa” • Através do Prémio BPI ”la Caixa” Infância 2020
  12. 12. Descrição do Projeto Outubro 2020 Junho 2021 Piloto
  13. 13. Descrição do Projeto Crianças e Jovens Encarregados de Educação
  14. 14. Descrição do Projeto Crianças e Jovens •6 aos 15 anos (4 níveis) •Presencial, online e misto •3 oficinas por semana (45 min cada) •70 sessões
  15. 15. Descrição do Projeto
  16. 16. Descrição do Projeto
  17. 17. Descrição do Projeto Encarregados de Educação • Uma vez por mês • 10 oficinas • Presencial • Com especialistas convidados
  18. 18. Metodologia do Plano de Monotorização
  19. 19. Resultados até ao momento Planificação de oficinas • Informação – onde se dá a conhecer como funcionam diferentes tecnologias, com uma abordagem histórica e perspetivas para o futuro; • Potencialidades – onde se abordam as potencialidades de diferentes tecnologias e os impactos que tiveram na sociedade e; • Desafios – onde se abordam os perigos e a necessidade de pensar os comportamentos online.
  20. 20. Resultados até ao momento Retorno dos participantes • Satisfação com as oficinas. • Manifestação de quererem continuar e aprender mais.
  21. 21. Conclusões Apesar de se estar ainda numa fase inicial da implementação, é possível constatar que guião geral elaborado para o projeto SafeWeb permite a sua adaptação a cada realidade, assumindo particular relevância o papel do formador e do ccTIC-UA na planificação das atividades para cada sessão.
  22. 22. Conclusões No futuro, pretende-se validar a adequação do guião de forma mais consistente, através da análise das competências desenvolvidas pelos alunos e dos seus resultados escolares, recorrendo-se, entre outros, aos dados fornecidos pelos instrumentos acima referidos.
  23. 23. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Binkley, M., Erstad, O., Herman, J., Raizen, S., Ripley, M., e Rumble, M. (2010). ACTS Draft White Papers. University of Melbourne. Cisco. Intel. Microsoft: ATCS. Loureiro, Maria José & Pombo, Lúcia. (2014). Portuguese students online: Towards a(n) (un)conscious navigation?. 10.13140/2.1.1650.9123. Nunes, Danilo Henrique e Lehfeld, L.S. (2018). Cidadania Digital: Direitos, Deveres, Lides Cibernéticas e Responsabilidade Civil no Ordenamento Jurídico Brasileiro. REVISTA DE ESTUDOS JURÍDICOS. UNESP http://dx.doi.org/10.22171/rej.v22i35.2542
  24. 24. Obrigado! Filipe T. Moreira filipertmoreira@ua.pt
  25. 25. 24 e 25 de novembro de 2020.

    Seja o primeiro a comentar

Apresentação realizada no VIII Seminário Nacional Investigando Práticas de Ensino (SNIPE) e VI Seminário Internacional de Práticas Pedagógicas Inovadoras (SIPPI) (2020) Apresenta-se o projeto piloto SafeWeb, que está a ser desenvolvido na localidade da Branca (Portugal) e que envolve as instituições PROBRANCA- Associação para o Desenvolvimento Socio-Cultural da Branca, com o apoio do BPI e da Fundação “la Caixa” e o Centro de Competência TIC da Universidade de Aveiro, como entidade avaliadora. Com este piloto, pretende-se desenvolver um guião que possa ser, posteriormente, utilizado por outras instituições para a promoção de literacia e cidadania digital, com forte enfoque no uso da Internet, de forma esclarecida e segura, por parte de crianças e jovens (dos 6 aos 15 anos de idade). Conscientes de que os encarregados de educação são parte fundamental na formação das crianças e jovens, o projeto comtempla-os, também, através de palestras direcionadas. Como resultados até ao momento, criou-se a primeira versão do guião.

Vistos

Vistos totais

117

No Slideshare

0

De incorporações

0

Número de incorporações

19

Ações

Baixados

0

Compartilhados

0

Comentários

0

Curtir

0

×